Acervo


set
15
2013

Carlos Moura – Água de Cheiro

Publicado por José Lessa

Carlos  Moura - Água de Cheiro - capaColaboração: Jalon Cabral Neto – faz parte do acervo pessoal. Conversão para mp3 Jalon Cabral Neto e texto José Lessa.e  Rosiane Pedrosa.

Carlos Moura é outro importante artista alagoano que nasceu em Palmeira dos Índios,cidade que Graciliano Ramos foi Prefeito na década de 30, e berço de grandes talentos, como Jacinto Silva, Tinan Rodrigues, Mané Baião,Naldo do Baião, entre outros. ´Palmeira é também terra da mãe de Dominguinhos e também da mãe de Osvaldinhos, dois grandes músicos, mestres na arte de tocar sanfona. Como já disse anteriormente, Palmeira também tem o DNA do forró.

Água de cheiro é um disco eclético, bem característico de Carlos, nele se pode apreciar, vários estilos musicais, a exemplo do baião, frevo e samba, A harmonia não é a mesma, mas a poesia de suas letras e o jeito de falar do amor e da natureza possuem em todos eles a mesma beleza.

Nesse disco, entre tantas belezas, destacamos a primeira faixa ” Cometa Mambembe”  e a nona faixa, “Mal” um xote gostoso de se ouvir e dançar, mas todas as dez faixas são ótimas,  Carlos Moura é músico, cantor e compositor e bate um bolão nas três posições.

Carlos Moura – Água de Cheiro
Polygran – 1983

01- Cometa Mambembe
02- Embolada
03. Rota Estelar
04. Rubi na Lluz Quente
05. O Trio Eletrico e a Multidão
06. Asa Delta
07. Água de Cheiro
08. Brilho e Grandeza
09. Mal
10. Choro Matuto

Para baixar este disco. Clique aqui.

set
14
2013

Lucas Evangelista – Poemas de Cordel

Publicado por José Lessa

Lucas Evangelista - - Poemas em Cordel - capa

Colaboração: José Lessa – faz parte do acervo pessoal. Conversão para mp3 Kinkas (O VINIL) e texto José Lessa.

Lucas Evangelista é um grande poeta, cordelista e repentista, representante legitimo da cultura Nordestina. Sua obra de como temática o agricultor, o vaqueiro e o sertão nordestino.

Este é o segundo trabalho que estamos postando de Lucas Evangelista que recebe o título de Poemas de Cordel que, reune 8 composições  de sua autoria ou em parceria com Pedro Evangelista, seu universo é o campo e sua obra se inspira no agricultor, o vaqueiro e a vaquejada e naturalmente as coisas do coração.

Para quem gosta da toada tenho certeza que vai gostar deste trabalho de Lucas Evangelista pois trata-se de um grande poeta nordestino. Vale destacar as composições “O Vaqueiro Faz de Tudo” e a “Voz do Agricultor” composições de sua autoria.

Lucas Evangelista canta a saga de “Lampião o Rei do Cangaço” que reinou no nordeste por cerca de 20 anos e foi um dos difusores do forró,  e que já tocava o pé de bode muito antes de Gonzagão gravar os gêneros musicais denominados como forró. Gonzaga gravou o primeiro baião em 1945. Lampião que faleceu em 1938 já cantava e tocava esses ritmos nordestino.

Lucas Evangelita - Poemas de Cordel
Lucas Evangelista – Poemas de Cordel
RN Discos

01. Vaqueiro que Fez de Tudo (Lucas Evangelista – Pedro  Evangelista)
02. Destino de Um Boêmio (Lucas Evangelista)
03. O Engano da Traição (Lucas Evangelista)sag
04. A Voz do Agricultor (Lucas Evangelista – Pedro Evangelista)
05. A Carta de Uma Mãe Arrependida (Lucas Evangelista)
06. Lampião Rei do Cangaço (Lucas Evangelista – Pedro Evangelista)
07. Veniz o Cão de Guarda (Lucas Evangelista)
08. Vaquejada do Ceará (Lucas Evangelista – Pedro  Evangelista)

Para baixar este disco. Clique aqui.

set
13
2013

Saraiva – Sucessos em Alta Tensão

Publicado por José Lessa

Sucessos em Alta Tensão - Saraiva - capaColaboração – José Lessa – faz parte do acervo pessoal. Conversão para mp3 Kikas (O VINIL) e texto José Lessa.

Este é mais um novo trabalho que postamos do Rei do Sax Soprano, Saraiva, torcedor fanático do Corinthians que saiu da pequenina Belo Monte as margens do Velho Chico. Seu pai  era o maestro da Banda de sua cidade, aliás, assim como Pão de Açúcar, Traipú, Penedo e Piaçabuçu, todas banhadas pelo Rio da Integração Nacional, como também é conhecido, e berço de grandes artistas, como Gerson Filho, Joci Batista, Antonio Costa, entre outros, que levaram para o Brasil a cultura ribeirinha..Este é mais um pedido que atendemos ao nosso amigo Gilvan Farias, de Aracaju/SE..

“Tabu  Corinthiano” composição de “Luiz dos Santos – Neilor de Oliveira” composta em homenagem à fiel torcida

Saraiva - Sucessos em Alta TensãoSaraiva – Sucessos em Alta Tensão
SOM

01. Saraivando   pelo   Brasil – (Luiz dos Santos – Walter Sperandeo)
02. Sem Você – (Clóvis de Lima – Ubirajara)
03. Sobre  o  Céu  da  Bahia – (Luiz dos Santos – J. Luna)
04. Ana, Sempre  Te  Amei – (Luiz dos Santos – J. Luna)
05. Tabu  Corinthiano – (Em homenagem à fiel torcida) (Luiz dos Santos – Neilor de Oliveira)
06. Náutico  Capibaribi -  (Luiz dos Santos – Santos Júnior)
07. Mágoas  de  Acordeonista -  (Luiz dos Santos – R. Caruso)
08. Coração  de  Mulher -  (Luiz dos Santos – Gentil da Silva)
09  Miranda  no  Choro -  (Ivan Pires – Miranda)
10. Caserna  em  Festa -  (Luiz dos Santos – Norberto de Freitas)
11. Sofro por causa Dela -* (Luiz dos Santos – G. da Costa)
12. Saudade dos meus Conterrâneos – (Luiz dos Santos – Apolonio R. Pinheiro)

Para baixar este disco. Clique aqui.

set
11
2013

Sandro Becker e a Censura

Publicado por José Lessa

Matéria Cencura cortaColaboração: Jalon Cabral Neto – faz parte de seus arquivos pessoais e texto de José Lessa.

A censura imperou na época da ditadura e com os forrozeiros não foi diferente. Vários foram os trabalhos de artista que foram punidos pela censura nesta fase negra da vida brasileira, Sandro Becker já tinha gravado em 1984 a composição “Fica Mal com Deus” de Geraldo Vandré, um dos nomes mais perseguido pelos militares, o que possivelmente não foi de bom grado para a ditadura, como Sandro nacionalmente vendia milhares de disco, tornou-se um alvo preferencial.

SANDRO BECKER E JALONZINHOSandro Becker e Jalonzinho

Brevemente postaremos fotos históricas de artistas alagoanos e do Rei do Baião no programa de Edécio Lopes.

Sandro e as criançasViva o forró pé de serra !

Abaixo a Censura !