Acervo


jan
17
2015

CD – Gerson Forro com Briga

Publicado por José Lessa

Gerson Filho - Forro com Briga - capa

Colaboração: José Lessa – faz parte do acervo pessoal. Conversão para mp3 e texto José Lessa.

Quando de minha estada em Aracaju, encontrei esta preciosidade na Loja de Disco do Sr. Querino, penedense que reside nesta bela cidade e que me falou de suas recordações do Rei dos 8 Baixos, quando ainda morava em Penedo e sua avó frequentava os forros no interior do município, e Gerson ainda não era conhecido nacionalmente. Naquela época era conhecido como Ger-son, passaram-se os anos e muitos tempos depois, ficou surpreso  ao ver que aquele jovem que  viu tocar muitas vezes no povoado Cerquinha da Laranja, (vizinho a Fazenda Mundeis) Marituba do Peixe, Penedinho e na feira, passou a ser conhecido como Gerson Filho, motivo de orgulho do povo ribeirinho.

Segundo seu Quirino, quando já morava em Aracaju e era proprietário de uma loja de disco, o representante da Continental lhe apresentou o cataloga das publicações e este CD era um dos carros chefes de venda, como se dizia no popular, e vendeu que nem banana, o que era um motivo de orgulho ver um conterrâneo fazendo tanto sucesso.

Das 14 composições escolhidas apenas a faixa “Forró do Zé Piaba” é de autoria do saudoso Dominguinhos, amigos de velha data. Em suas viagens a Aracaju Dominguinhos e Anastácia eram seus hospedes do casal Gerson Filho e Clemilda, assim como, Gerson e Clemilda, também  se hospedavam  na residência de Dominguinhos e Anastácia , quando  passavam por São Paulo.

Na  Composição “Empurra o Bronze” você terá o prazer de ouvir a voz do Rei e sempre que a escuto  lembro do no nosso colaborador  Genivaldo do Caldo de Cana, pois essa música é  uma de suas favoritas. Na maioria das composições quem dá aqueles gritinhos é o grande Zé Nilton, que  por sinal, participa, em mais de uma dezena de músicas.

Viva o Centenário de Gerson Filho.

Geraon Filho -

CD – Forro com Briga – 1994
Continental – 1994

01. Bate quente (Gerson Filho)
02. Forró alegre (Gerson Filho – Clemilda)
03. Alegria no sertão (Gerson Filho – Clemílda)
04. Forró na uberlândia (Gerson Filho – Clemilda)
05. De jacobina à juazeiro (Gerson Filho – Clemilda)
06. Macaco é o tio antónio (Gerson Filho)
07. Devagar com o andor (Gerson-Fiho – Salvador Miceíli)
08. 8 Baixos brasileiros (Gerson Filho)
09. Eu toco assim (Gerson Filho)
10. Eu sou mais eu (Gerson Filho)
11. Festa junina (Gerson Filho)
12. Ah! Maré (Gerson Filho)
13. Forro do zé piaba (Dominguínhos)
14. Empurra o bronze (Gerson Filho)

Par baixar este disco, Clique aqui.

jan
16
2015

Gerson Filho e Clemilda – TV Tupi

Publicado por José Lessa

Gerson Filho e Clemilda - Na TV Tupi - RJ

Quero agradecer ao casal Robertinho dos 8 Baixos e Telma (filho e nora) pela gentileza que nos recebeu em Aracaju e nos permitiu fotografar o acervo de Gerson Filho e Clemilda que estamos iniciando a partir de hoje e no transcorrer do Centenário do Rei dos 8 Baixos e os 50 anos de Carreira da Rainha do Forró.

jan
15
2015

Coletânea – Nordeste Alegre

Publicado por José Lessa

Coletânea – Nordeste Alegre - capa

Colaboração – Kinkas (O VINIL) – fazx parte do acervo pessoal. Conversão para mp3, Kinkas e texto José Lessa.

Esta é mais uma das coletâneas que reúne trabalhos de excelentes forrozeiros e entre eles temos os alagoanos: Os 3 do Brasil e Henauro, que recentemente postamos

Henauro sanfoneiro de grande talento é da terra de Hermeto Pascoal (Lagoa da Canoa) e nessa coletânea faz uma Homenagem ao Padre Cicero, figura que continua a exercer um verdadeiro fascínio e respeito nos nordestinos.

Coletânea – Nordeste Alegre - verso

Coletânea – Nordeste Alegre
Nortson

01. Quero um Beijinho (Durval Vieira) Os 3 do Brasil
02. Viva o Brasil (Renato Leite) Renato Leite
03. Minha Garota (Enoque Gomes) Enoque Gomes
04. Choro em Ré (Zé do Sax) Zé do Sax
05. Não me faça ingratidão (Olival Santos) Olival Santos
06. Forró em Fortaleza (E. de Almeida) Tranquilo dos 8 Baixos
07. Caminho de Santos (Durval Vieira) Os 3 do Brasil
08. Homenagem ao Padre Cícero (Henauro) Henauro
09. Sapo Cururu (J. de Altinho – J. Cesar) Olival Santos
10. Forró na gameleira (Severino Januário) Severino Januário
11. Paixão e Desejo (Ivo Gonçalo) Ivo Gonçalo
12. Homenagem ao Camponês (Edvaldo do Pífano) Edvaldo do Pífano

Para baixar este CD. Clique aqui.

 

jan
14
2015

Identidade Gerson 3
Quando do sepultamento de Clemilda, o amigo Antonio Neto, de Poço Redondo-SE ,me ligou do Cemitério São João Batista para me informar que na lápide do túmulo de Gerson Filho a data de nascimento  estava divergente da entrevista prestada ao pesquisador pernambucano José Batista em 1989, na qual o Rei dos 8 Baixos afirmava ter nascido em Penedo-AL, na Fazenda Mundeis no dia 12 de maio de 1925, na realidade ele nasceu em 12/05/1915 e faleceu em 16/11/1991, Filho de Henrique Argolo Filho e Maria Etelvina da Conceição. Para que  não restasse qualquer dúvida fui a Aracaju e fiz uma visita ao amigo Robertinho dos 8 Baixos (filho de Clemilda e Gerson) e sua esposa Telma que nos forneceu uma farta documentação que iremos publicar no decorrer das comemorações do centenário deste genial artista alagoano.

Identidade - Verso

Verso da Identidade

Gerson Filho - Pis

Cadastro do PIS – Caixa Econômica Federal

Portanto, agora não resta a menor dúvida e só nos resta uma tarefa que é reunir o maior número possível de documentos sobre a vida desta figura que foi o responsável por apresentar ao Brasil dois dos maiores gêneros musicais. Em 1953 em sua primeira gravação fonográfica apresentou a “Quadrilha” pela gravadora Todamerica e no mesmo ano e pela mesma gravadora apresentou o Forró como gênero musical com a composição “Choveu em Minha Roça” em 78 RPM.

DSC01111

José Lessa  no Cemitério São João Batista – Aracaju-SE – Foto Karol

Outra contribuição do Rei dos 8 Baixos foi ser o pioneiro em gravação fonográfica em Sanfona de 8 Baixos, além de diversos ritmos e da música folclórica alagoana. A primeira homenagem já está definida com a definição do tema dos festejos juninos em Maceió em que a Secretaria de Cultura definiu como tema ” 200 anos de Maceió, 100 anos de Gerson Filho e 50 de carreira artista de Clemilda.” Nossos parabéns ao Presidente da Fundação Cultural Cidade de Maceió Vinícios Palmeira e sua equipe.

Gerson Filho - Lapide

Neste tumulo foi sepultado, Gerson Filho, Clemilda e sua mãe Maria Ferreira da Silva

Durante o transcorrer do ano, várias serão as atividades e já está agendada atividades para Penedo, Maceió, Poço Redondo, Salvador. O nosso objetivo no transcorrer do ano é disponibilizarmos toda a obra deste artista que também usou outros pseudônimo como Baianinho da Sanfona, Zé Piaba, Penedo e realizou também gravações com Betinho e seu regional, além de ter gravado com grandes artistas como Luiz Vieira (as introduções de Retalhos do Nordeste), Volta Seca (músicas do Cangaço) e com a Elizete Cardoso.

Antonio Neto

Cantor e compositor, amigo de Clemilda e Gerson Filho