jan
30
2011

Zinho com Os 3 do Nordeste – Osso Duro de Roer

Publicado por José Lessa

 

Colaboração de José Lessa Gama – faz parte de sua coleção particular. Conversão mp3 O VINIL. Texto: Rosiane Pedrosa e José Lessa. Postado orinalmente por www.forroemvinil.com

Osso Duro de Roer, gravado pela Top Tape, no ano de 1986, quando Zinho ainda participação do grupo “Os Três do  Nordeste”,  juntamente com Parafuso e Zé Pacheco, sendo esta, para muitos admiradores dos Três do Nordeste, a melhor formação do grupo.

Osso Duro de Roer, foi um dos trabalhos que Os Três do Nordeste alcançou maior sucesso. É um disco tem a participação de alagoanos da melhor qualidade, a  exemplo  da faixa “O segredo do forró” assinada pelo grande compositor Juvenal Lopes e Nininha, na época casada com Zinho. Esse disco traz ainda quatro faixas assinadas por Zinho em parceria com  Agripino Aroeira, outro alagoano,  além das parcerias com Parafuso e Zé Pacheco, também integrantes do grupo.

Para quem gosta de curtir um bom forró pé de serra, Osso Duro de Roer é tudo de bom, belas poesias, letras descontraídas, tudo isto na interpretação de Zinho, que desde essa época já era Mestre na arte de cantar forró. Segundo pesquisas realizadas, Zinho foi considerado o cantor de forró que mais se aproximava da juventude. não foi atoa que o Rei do baião, Luiz Gonzaga, o considerava o melhor de forró, depois dele, claro Com a morte de Luiz Gonzaga, Mestre Zinho  passou a assumir o lugar de melhor cantor de Forró.

Zinho com Os 3 do Nordeste – Osso Duro de Roer – 1986
Top tape – LP – 401.000

01. Osso duro de roer (Zinho – Aloísio Silva – Parafuso)
02. Melô do zabumba (Zinho – Parafuso)
03. Boca louca (Zinho – Agripino Aroeira)
04. Dúvida (Agripino Aroeira)
05. Forró classe A (Agripino Aroeira – Zinho – Zé Pacheco)
06. Chora sereno (Agripino Aroeira – Zinho)
07. Lima de cheiro (Agripino Aroeira)
08. Chamego no escuro (Zé Pacheco – Parafuso)
09. Vadiar no teu segredo (Cecéu)
10. Bicho homem (Zinho – Zé Pacheco)
11. Princesa do Ipujuca (Agripino Aroeira – Zinho)
12. Amor gozado (Antônio Barros)
13. O segredo do forró (Juvenal Lopes – Nininha)

Para baixar este disco, Clique aqui.

2 ideias sobre “Zinho com Os 3 do Nordeste – Osso Duro de Roer

  1. Quelli Leite da Silva

    Será sempre um prazer elogiar o grande cantor e amigo mestre Zinho uma pessoa simplesmente simples.vou ser sempre fã,que para mim é o número 1,quando se fala de forró. Beijos e um grande Abraço.sou fã de voces.

    Responder
    1. José Lessa Autor do post

      Oi Amiga Quelli

      Obrigado pelos elogios, é nosso obrigação defender a cultura Alagoano. Quem tem um Mestre Zinho, Luiz Wanderley, Sandoval, Eliezer Setton, Jacinto Silva entre tantos artistas brilhantes que possuimos não pode ficar escondido. Já chegou a hora de darmos um grito e mostramos que somos importantes também como fazem os pernambucanos que cultuam o Rei do Baião, os paraibanos fazem o mesmo com Jackson do Pandeiro e nós relegamos O Rei dos 8 Baixos Gerson Filho. O São João de Aracaju que é sem dúvida um dos melhores do Brasil tem dois palcos para as apresentações dos shows um se chama Luiz Gonzaga e o outro Gerson Filho e nós aqui trazemos bandas de ritmos que agridem a nossas raizes e pagamos a peso de ouro e se esquecemos da Rainha do Forró Clemilda um dos poucos nomes vivos que contribui para a consolidação do autêntico pé de serra. É por isto que surgiu o nosso site para divulgar a contribuição que os alagoanos deram a música nordestina e resgatarmos suas obras. Um coisa tenha certeza, hoje mais de 1.400 pessoas já acessam ao nosso site diariamente no Brasil, de todos os Estados brasileiro tem chegado o reconhecimento, pois estes artista não pertencem só a nos alagoanos, são patrimônio do povo brasileiro, pois deram suas contribuições para a consolidação do forró. Só lhe peço uma coisa, divulgue nosso site junto aos amigos.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>